terça-feira, 17 de julho de 2007

A infância no alemão


Crianças brincam; brincam de ninar, brincam de sonhar.
Também brincam de um mundo melhor, as crianças do complexo do alemão querem paz.
Dois meses sem aula, sem ter o direito da educação, diversão, de convívio social. A escola é a melhor forma de convívio social na infância.
Criança também brinca de fazer som de bomba, som de tiro. Isso é o legado de quase três meses de confrontos.
Olha que ironia: em vez dessas crianças estarem na escola aprendendo o som das letras, estão confinadas na comunidade aprendendo o som da guerra.
Eu como promotor de leitura, tenho feito a minha parte para amenizar um pouco essa ironia que os burocratas governantes não vêem.
Através do ler é 10-leia favela, desenvolvemos várias atividades para o incentivo a leitura e estudo.
Fiquei muito feliz em ver crianças com tendo contato com os livros e leitura, naqueles momentos elas esqueceram da guerra que acontecia na comunidade e embarcaram no universo mágico da leitura.
As crianças do complexo também gostam de brincar de ler!

Nenhum comentário: